6 alimentos ricos em cálcio que não têm leite

O cálcio está muito associado ao leite. Mas se não gosta de leite ou tem um organismo intolerante à lactose, existem outros alimentos ricos em cálcio. Sementes, algas ou legumes são algumas opções para complementar a sua alimentação a nível do cálcio. 
A partir dos 40 anos, a capacidade do organismo para assimilar o cálcio é menor. Os ossos, o cabelo e a pele são os maiores prejudicados por esta carência, que pode manifestar-se através de sintomas que afetam o seu bem-estar. Insónias, pressão arterial alta, uma pele sensível e com menos firmeza são alguns sinais da falta de cálcio, caso não faça uma prevenção adequada.  Existem outras opções ricas em cálcio que podem ajudar na prevenção sem beber leite.

1. Brócolos

Brócolo é um alimento rico em cálcio que não têm leite
Brócolos

Uma alimentação rica em cálcio é composta por vegetais conhecidos pelos seus fortes benefícios nutricionais, como os brócolos. Cozidos, ao vapor ou crus, são uma excelente fonte de betacaroteno e minerais como Cálcio, Magnésio, Zinco e ferro, essenciais para o organismo.

2. Alga Hiziki

A alga Hiziki é muito utilizada na cozinha japonesa e é para ser consumida desidratada. No entanto, os seus benefícios são surpreendentes, colocando este ingrediente no topo da lista a consumir. E as combinações? São inumeráveis: desde saladas, sopas, salteados ou até em sandes ou wraps. Rica em cálcio, é capaz de a ajudar a regular o sistema digestivo, na prevenção da diabetes e até a aumentar os níveis de energia. Vende-se nas lojas de produtos naturais e, embora seja um pouco dispendiosa, compensa o investimento.

3. Açaí

É uma fruta proveniente da América do Sul e que se tornou muito conhecida nos últimos anos, consumida em grande parte por desportistas e amantes de um estilo de vida saudável. Um fruto rico em vitaminas E e C, fibras, fósforo, ferro, potássio e, claro, cálcio. Se ainda não estava convencida sobre esta fruta deliciosa, saiba que ainda tem uma forte ação antioxidante, que combate os radicais livres e o envelhecimento precoce da pele.

4. Agrião

O agrião é, provavelmente, um dos alimentos menos valorizados da dieta mediterrânica. Um vegetal recheado de minerais e vitaminas, que pode até tentar cultivar em casa, uma vez que é fácil de plantar e manter. Porém, se for comprar, dê preferência às folhas mais escuras e intactas; os talos devem estar firmes e estaladiços.

5. Sementes de sésamo

As sementes de sésamo são bastante valorizadas como fonte de cálcio e poderá adicionar este ingrediente aos seus pratos sem qualquer dificuldade. Afinal, uma colher de sopa de sementes de sésamo pode contar cerca de 88 miligramas de cálcio. Ofereça este presente ao seu organismo e à sua pele.

6. Chia

Esta semente pode aumentar 10 vezes o seu tamanho ao ter contacto com água, sendo escolhida, por esse fator, como um grande aliado para acompanhar as melhores dietas alimentares, com o objectivo de perda de peso. No entanto, os seus benefícios vão muito além da sua linha, rica em cálcio, é uma ótima compra para quem é intolerante à lactose e quer repor os seus níveis deste mineral precioso. Como consumir? Pudins, sopas, e saladas, receitas não faltam para introduzir esta semente fantástica nas suas refeições.